Top Ad 728x90

9 de jun de 2013

Senado aprova pagamento de bolsa mensal de R$ 2.000,00 para garotas de programa no Brasil

Uma proposta polêmica, de autoria da senadora Maria Rita, do Partido dos Trabalhadores, foi aprovada na tarde de quarta-feira, (15 de maio de 2013)

Publicidade


Uma proposta polêmica, de autoria da senadora Maria Rita, do Partido dos Trabalhadores, foi aprovada na tarde de quarta-feira, (15 de maio de 2013), por maioria de votos. Trata-se do pagamento de uma bolsa mensal no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) para garotas de programa em todo país. 


“O objetivo da bolsa é dar a essas mulheres a possibilidade de terem uma vida mais digna, pois o dinheiro deve ser prioritariamente utilizado com prevenção de doenças”, explicou a senadora. 

Segundo ela, o projeto tem interesse público, pois também tem o objetivo de “disponibilizar pra clientela um serviço de melhor qualidade, já que as meninas poderão se cuidar melhor, pagar tratamentos estéticos, frequentar academias etc.” 

O projeto de lei vai ser submetido à sanção da presidente Dilma e deve entrar em vigor até o início da copa de 2014. 



Essa informação é totalmente falsa, e o próprio autor da brincadeira esclarece em seu blog, sob o título de "Quando mentiras cretinas passam a se tornar verossímeis, é sinal que o país vai mal", que pode ser lido aqui
De acordo com o blogueiro que inventou o boato, inicialmente ele disse que o projeto foi feito pela Senadora Ana Rita do PT, mas depois trocou pelo nome da Senadora Maria Rita (fictício) porque a Senadora Ana Rita ficou sabendo da brincadeira e disse que colocaria a polícia Federal no encalço do blogueiro.

"O mandato da senadora Ana Rita (PT-ES), presidenta da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, esclarece que a matéria publicada no blog de nome Joselito Muller é falsa. O referido projeto não é de sua autoria, além de nunca ter tramitado no Senado Federal. Informamos, ainda, que a senadora já está tomando as devidas providências junto à Procuradoria Geral do Senado, a Polícia do Senado e à Polícia Federal."


Simples e fácil, eis que um boateiro pode se dar mal, sendo processado por uma Senadora. Já está mais que na hora de acabar com essas notícias falsas, que muitas vezes ofendem a dignidade de terceiros ou induzem ao incauto a acreditar em medidas de segurança, ou remédios de curas milagrosas, colocando em risco sua própria segurança e saúde.

Do S1 Notícias
Giro PB/ Estimula Net

Top Ad 728x90