Top Ad 728x90

24 de jul de 2013

Morre aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'

Manoel Dantas Loiola era conhecido por Candeeiro e tinha 98 anos. De acordo com parentes, ele sofreu um derrame, na semana passada.

Publicidade

Manoel Dantas Loiola era conhecido por Candeeiro e tinha 98 anos. De acordo com parentes, ele sofreu um derrame, na semana passada.

Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'
Fotos: Reprodução
Faleceu na manhã desta quarta-feira (24 de julho de 2013), aos 98 anos de idade o Senhor Manoel Dantas Loyola, natural de Buíque, Pernambuco que outrora, conhecido como Candeeiro, um dos que sobreviveram ao massacre de Angicos.
Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'
Ele estava internado desde a semana passada no Hospital Memorial de Arcoverde depois de sofrer um derrame, onde faleceu na madrugada. O sepultamento  foi realizado as 16h, no Cemitério da cidade de Buíque, a 258 km do Recife.

Candeeiro agora conhecido como “Seu Né”, já aposentado, atuava como comerciante aposentado na vila São Domingos, distrito de sua cidade natal.

Manoel ingressou no bando de Lampião em 1937, porém em vida, ele afirmava que entrou no bando por acidente. Trabalhava em uma fazenda em Alagoas quando um grupo de homens ligados ao famoso bandido chegou ao local. Pouco tempo depois, a propriedade ficou cercada por uma volante e ele preferiu seguir com os bandidos para não ser morto. No primeiro combate com os "macacos", quando era chamado de Candeeiro, foi ferido na coxa. O buraco de bala foi fechado com farinha peneirada e pimenta. 
Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'
Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'Morreu aos 98 anos 'candeeiro', o último dos cangaceiros de lampião'

Top Ad 728x90