Top Ad 728x90

15 de jul de 2013

Papa exige humildade no Vaticano e que Igreja se desfaça de carros de luxo

No fim da última semana o papa Francisco fez uma visita surpresa à garagem do Vaticano

Publicidade

Papa Francisco
Foto: Reprodução
No fim da última semana o papa Francisco fez uma visita surpresa à garagem do Vaticano, onde estão os carros oficiais utilizados pelos representantes da Igreja Católica. De acordo com matéria de Jamil Chade, publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo, o objetivo da visita foi saber qual é sua frota para eventualmente decidir se desfazer dos modelos mais luxuosos.

Desde sua eleição, o papa tem surpreendido, inclusive aos cardeais, por dispensar os carros de luxo que foram colocados em seu pátio para levá-lo a seus primeiros compromissos. Nessa semana ele foi ainda além, e fez um apelo para que seminaristas e religiosos ignorassem carros luxuosos.
- Dói em mim quando vejo um padre com o último modelo de carro – afirmou o jesuíta que se transformou em papa, em um encontro em que pediu que os sacerdotes católicos escolhessem as marcas mais “humildes”.

Conhecido, durante anos, por ir ao seu trabalho em Buenos Aires em um ônibus, o papa defende a ideia de ter uma “Igreja pobre” e, no apelo feito contra os carros de luxo, pediu que os religiosos se lembrassem de quantas crianças passam fome no mundo.

Forte em seu princípio por uma igreja mais humilde, no Brasil, o papa acaba de indicar que não quer um quarto especial no Rio de Janeiro. O papa ficará hospedado na residência oficial da arquidiocese do Rio, na zona norte, num quarto simples e sem luxo.

Do S1 Notícias
Dan Martins, para o Gospel+

Top Ad 728x90