Top Ad 728x90

31 de mar de 2017

Ação popular suspende licitação de mais de R$ 5 milhões em medicamentos em Tabira

As compras de medicamentos são uma das mais fáceis de se fraudar... o Juiz de Tabira, concedeu a medida liminar e a licitação está suspensa.

Publicidade

As compras de medicamentos são uma das mais fáceis de se fraudar... o Juiz de Tabira, concedeu a medida liminar e a licitação está suspensa.

Licitação de medicamentos para Tabira é suspensa – Foto: Reprodução
Uma licitação de mais de R$ 5 milhões que ocorreria ontem (30 de março de 2017), para aquisição de medicamentos da Prefeitura de Tabira. Há quatro meses o Movimento Viva Tabira, da sociedade civil, vinha tentando fazer com que a Prefeitura de Tabira cumprisse a obrigação legal de publicar os documentos das licitações na internet.

A ideia era que toda a população e mais competidores tenham acesso ao que será licitado, como forma aumentar a fiscalização e também a concorrência e competitividade da disputa, evitando preços superfaturados e direcionamento dos vencedores.

As compras de medicamentos são conhecidas em todo o Brasil como uma das mais fáceis de se fraudar, tanto na licitação como na execução dos contratos, em razão de se tratar de materiais caros e de rápido consumo, e Tabira não está livre de graves denúncias, em razão da facilidade com que se licitam grandes valores e pouco tempo depois se sente a falta generalizada de medicamentos.

O Movimento ingressou com Ação Popular na Vara de Tabira, para suspender a realização da sessão e pedir que a Prefeitura corrija imediatamente a ilegalidade. O Juiz André Simões Nunes, juiz de Tabira, concedeu a medida liminar e a licitação está suspensa. O processo tem o nº 0000043-18.2017.8.17.3420.

“Em razão da importância e urgência da compra de medicamentos, o Movimento Viva Tabira pediu na ação e sugere novamente que a Prefeitura corrija rapidamente a irregularidade e faça uma licitação livre de vícios, com amplo acesso à população a todos os documentos, com clareza dos produtos que serão comprados e dos preços que serão praticados, para se evitar ao máximo licitações dirigidas, fraudadas e conluios de toda natureza”, diz o movimento em nota.

Fontes: Nill Junior/ S1 Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90