Top Ad 728x90

10 de abr de 2017

Homem-bomba realizou atentado a igreja no Egito

Presidente do país declara “Estado de emergência”. Vídeo mostra o momento do atentado.

Publicidade

Presidente do país declara “Estado de emergência”. Vídeo mostra o momento do atentado.


O vídeo revela que o terrorista tentou entrar no culto – Reprodução
O vídeo revela que o terrorista tentou entrar no culto – Reprodução
Ao longo deste domingo (9), várias informações foram sendo reveladas com detalhes sobre os dois ataques contra igrejas no Egito. Os dois atentados, ocorridos nas cidades de Tanta e Alexandria foram reivindicados pelo Estado Islâmico.

Os ataques durante as comemorações do Domingo de Ramos, deixaram pelo menos 45 mortos e mais de uma centena de feridos. O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, anunciou que o país ficará em estado de emergência por três meses.

Ele acrescentou que a medida será tomada para “proteger” e “preservar” o país. Os ataques contra os cristãos coptas acontecem vinte dias antes da visita do papa Francisco ao Egito, marcada para os próximos dias 28 e 29 de abril. Um dos ramos mais antigos do cristianismo, os coptas representam 10% da população egípcia.

Nos últimos meses, eles vêm sendo ameaçados constantemente pelos soldados do Estado Islâmico e grupos simpatizantes.

Em vídeo, afirmaram que os cristãos eram sua “presa favorita”. Há circulação de folhetos em determinadas aldeias com o recado ‘fuja ou morra’. O Egito ocupa o 21º lugar na atual Lista da Perseguição Mundial, elaborada pela Missão Portas Abertas.

Vídeo mostra momento do atentado



Em Tanta, revelam as autoridades, a bomba foi colocada debaixo de um banco nas primeiras fileiras, próxima do altar. Já em Alexandria, câmeras do circuito interno mostraram que foi um homem-bomba que se explodiu na frente do templo.

O vídeo revela que o terrorista tentou entrar no culto, mas foi impedido por policiais. Foi pedido que ele passasse pelo detector de metais. A cena mostra o momento exato em que uma explosão toma conta do local.

As autoridades acreditam que o alvo era o papa Tawadros II, líder maior da igreja copta, que esteve no local no início da manhã. Ele escapou ileso.

Alexandria, a segunda cidade mais populosa do país, foi, nos primeiros séculos, um dos berços do cristianismo na África. Segundo a tradição, o evangelista Marcos fundou ali a primeira igreja cristã, sendo por alguns anos o bispo de Alexandria. Com informações de Daily Mail. 

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90