Top Ad 728x90

21 de abr de 2017

Pastor é preso por cantar a música ‘Jesus ama você’

Autoridades locais nunca disseram que era ilegal cantar músicas evangelísticas.

Publicidade

Autoridades locais nunca disseram que era ilegal cantar músicas evangelísticas.



A prisão do pastor foi devido a ele ter conduzido um grupo de pessoas a cantarem o hino – Reprodução
A prisão do pastor foi devido a ele ter conduzido um grupo de pessoas a cantarem o hino – Reprodução

Um pastor foi preso na China depois de cantar a canção “Jesus ama você”, música que é considerada uma “atividade religiosa ilegal” pelas autoridades daquele país.

Segundo informações do The Christian Post, a prisão do pastor Xu Rongzhang aconteceu no último sábado (15), por que ele conduziu um grupo de pessoas a cantarem o hino.

A liberação do pastor, que mora em Zhengzhou, capital da província de Henan, aconteceu no mesmo dia, mas seus documentos ficaram confiscados até a segunda-feira (17).

Ao que tudo indica as autoridades locais nunca informaram que cantar músicas religiosas é considerado como atividade ilegal, mas vários cristãos foram presos e condenados nos últimos meses em todo o país.

O cristianismo sofre cada vez mais repressão por parte do Partido Comunista da China que tentado barrar o crescimento da religião em seu território.

A perseguição está cada vez maior por parte do governo chinês. O relatório da organização Freedom House afirmou que há pelo menos 100 milhões de pessoas, inclusive cristãos, entre os perseguidos pelas autoridades.

O próprio presidente Xi Jinping foi acusado neste documento de intensificar a perseguição sobre os cristãos, ato que se agrava desde que ele assumiu o comando o Partido Comunista, isso em 2012.

Repressão não diminui crescimento de cristãos

Ainda que seja uma religião minoritária, o cristianismo tem crescido na China e conquistado cada vez mais a população, deixando o regime comunista inquieto e apreensivo.

Oficialmente, existem hoje cerca de 100 milhões de cristãos naquele país, mas se levar em consideração as pessoas que por medo, não se declaram cristãos, esse número pode ser até três vezes maior.

Ao tentar barrar a religião, o Partido Comunista tem se reafirmar no poder, com medo de perder espaços para a teologia cristã.

Vários projetos já foram criados para tentar impedir que as igrejas cristãs continuem crescendo pelo país, essas repressões fazem da China o 39º país em perseguição religiosa segundo o relatório anual das Portas Abertas.

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90