Top Ad 728x90

19 de mai de 2017

Google quer levar tecnologia de 'Pokémon Go' para salas de aula

Sistema de realidade aumentada leva para a tela do celular série de experiências imersivas, como recriações de monumentos históricos e do interior do corpo humano.

Publicidade

Sistema de realidade aumentada leva para a tela do celular série de experiências imersivas, como recriações de monumentos históricos e do interior do corpo humano.


 O Expedições é uma evolução de um sistema que permitia tours por mais de 600 lugares – Reprodução
O Expedições é uma evolução de um sistema que permitia tours por mais de 600 lugares – Reprodução
Parece "Pokémon Go", usa um aparelho que tira a atenção de qualquer pessoa, mas, acredite, é uma ferramenta para estudantes se concentrarem nos estudos dentro do colégio.

O Google anunciou nesta quarta-feira (17) o lançamento de um sistema de realidade aumentada para tornar as salas de aulas mais divertidas: os alunos usam seus celulares para visualizarem recriações em 3D de monumentos históricos, do interior do corpo humano e até de corpos celestes.

Durante o Google I/O, a conferência da companhia para desenvolvedores, a empresa apresentou o Expedições em Realidade Aumentada. A tecnologia é a mesma de "Pokémon Go", game de celular em que os jogadores enxergam os monstrinhos virtuais sobrepostos a imagens do mundo real. Basta mirar a câmera para alguma direção e lá está o Pikachu no seu sofá.

No Expedições, o funcionamento é o mesmo, mas o que é exibido na tela do celular e o objetivo são diferentes. Criado para ser um auxiliar dos professores, a plataforma permite viagens pela Idade Antiga, pelo Sistema Solar e por uma artéria rumo ao coração.

Também tem a capacidade de levar para a sala de aula itens curiosos, como o primeiro satélite alimentado com painéis que captam energia solar e roupas de astronautas. Ainda é possível ver fenômenos naturais, como furacões e erupções vulcânicas.

O Expedições é uma evolução de um sistema que permitia tours por mais de 600 lugares, como Machu Picchu e Antártida, e já funciona há dois anos. Cerca de 2 milhões de estudantes embarcaram.

Agora, o sistema interativo ganhou uma camada de realidade aumentada e chega a escolas ainda este ano, e até o fim de maio nos Estados Unidos.

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90