Ministério da Saúde declara fim da emergência por zika e microcefalia


Publicidade

Governo declarou emergência em novembro de 2015, quando se notou aumento de casos de microcefalia no Nordeste.


O governo tinha declarado a situação de emergência em novembro de 2015 – Reprodução
O governo tinha declarado a situação de emergência em novembro de 2015 – Reprodução
O Ministério da Saúde anunciou, nesta quinta-feira (11), o fim da emergência em saúde pública por zika e microcefalia no Brasil. O governo tinha declarado a situação de emergência em novembro de 2015, quando começou a ser registrado um aumento incomum nos casos de microcefalia no Nordeste. A malformação foi, posteriormente, relacionada à infecção pelo vírus da zika.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também havia declarado situação de emergência em saúde pública mundial por causa do problema em fevereiro de 2016. Em novembro, a entidade anunciou o fim da emergência internacional.

Nos primeiros meses de 2017, até o dia 15 de abril, o Brasil registrou 113.381 casos suspeitos de dengue, 43.010 de chikungunya e 7.911 de zika. Somadas, as três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti tiveram uma redução de 88,9% no número de casos em comparação ao mesmo período de 2016. Os dados são de boletim epidemiológico elaborado pelo Ministério da Saúde.

Recomendamos para você »

Saúde 6910438893609093663
Reaja! Comente!

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Publicidade

Recicla Net Pousada Vitor & Vitoria WhatsApp do S1 Notícias

Canal S1 Gamer

Mais Lidas

Receba noticias em seu E-mail

Publicidade

item