Mitos e verdades sobre os cuidados com a saúde bucal


Publicidade

É verdade. A escovação é uma das práticas fundamentais para a manutenção da saúde bucal, mas também requer cuidados


Confira mitos e verdades sobre a saúde da sua boca
Confira mitos e verdades sobre a saúde da sua boca 
DEVE-SE ESCOVAR OS DENTES APÓS TODAS AS REFEIÇÕES

É verdade. A escovação é uma das práticas fundamentais para a manutenção da saúde bucal, mas também requer cuidados. “Algumas fontes de alimentação e bebidas são ácidas, como suco de laranja, e por isso desmineralizam o esmalte dos dentes. Por isso, recomenda-se esperar de 20 a 30 minutos para escovar os dentes após as refeições, o que dá tempo para que o ácido seja neutralizado e o cálcio que se encontra dissolvido na saliva volte a se prender ao esmalte", explica Márcia. Quando a vida agitada não permite a espera, a odontopediatra recomenda que se dê preferência a bebidas mais alcalinas, como o leite.

“A escovação noturna é extremamente importante, pois ao contrário do dia, à noite o fluxo salivar diminui e a boca fica mais seca. Sem a presença de saliva, as bactérias têm mais chances de se proliferarem, o resultado disso pode ser cárie, mau hálito e muitos outros problemas bucais", esclarece.

COMER UMA MAÇÃ É UMA MANEIRA DE LIMPAR A BOCA E OS DENTES

É parcialmente verdade. Além de um alimento nutritivo, a maçã ajuda a remover as sujeiras superficiais sobre os dentes. Mas não vá deixar a escova de lado! “Uma maçã ou uma cenoura não consegue remover os resíduos de alimentos e bactérias nas delicadas áreas da margem da gengiva. Servem mais como soluções provisórias, mas jamais podem substituir a escovação regular. Muito pelo contrário: as maçãs contêm ácidos que alteram a saliva, atacando o esmalte dos dentes", alerta Márcia.

“Se o ácido e o açúcar ficam sobre os dentes, perde-se todo o efeito positivo de comer uma maçã. Assim, quando quiser usar o efeito de limpeza da maçã, não deixe de usar a escova dental e o creme dental 30 a 60 minutos depois de comer a fruta", resume.

ENXAGUANTES BUCAIS SUBSTITUEM A ESCOVAÇÃO

É mito. Não seria mais prático, em vez de ter de esfregar a escova nos dentes, fazer apenas um bochecho após cada refeição? Mas praticidade e saúde bucal nem sempre andam tão próximas.

“Os enxaguantes bucais não substituem a escovação, eles devem ser usados apenas como um complemento à limpeza diária dos dentes. O ideal é usar escova e fio dental", afirma Márcia. E quando não há como usar escova e pasta? Nesses casos, segundo a odontopediatra, “pode-se usar enxaguantes à base de gluconato de clorexidina, mas por um curto período de tempo e com a devida indicação pelo dentista”.

MAU HÁLITO É SINAL DE MÁ HIGIENE BUCAL

Pode ser verdade. O mau hálito é um problema que afeta 30% dos brasileiros. É um constrangimento para quem tem e gera má impressão em quem sente: logo se associa o odor à falta de higiene. 

“Normalmente o mau hálito é causado por maus hábitos de higiene bucal, mas também pode ser causado por infecções que ocorrem na boca, pelo tabagismo e o consumo de álcool, ou pelo consumo de alimentos muito condimentados”, exemplifica Márcia. 

“Outras causas incluem boca seca, infecções do trato respiratório, doenças sistêmicas como diabetes, doenças no rim, fígado e pulmão e problemas gastrointestinais, que podem incluir refluxo ácido e outros problemas de digestão estomacal", acrescenta. O melhor jeito de especificar a causa é procurar seu dentista.

É PRECISO CAPRICHAR NA QUANTIDADE DE CREME DENTAL PARA UMA BOA ESCOVAÇÃO

A publicidade costuma mostrar escovas de dente com pasta de ponta a ponta da cabeça. Mas na hora de escovar os dentes em casa, não é preciso exagerar. “A importância da pasta de dente está principalmente na presença do flúor na sua composição, no entanto, grandes quantidade de pasta não são necessárias pois o mais importante é realizar uma escovação adequada que atinja todas as faces dos dentes", pondera Márcia. No caso de bebês, deve-se usar creme dental com flúor, mas, segundo Márcia, em quantidade mínima, “equivalente a um grãozinho de arroz ou lentilha, para evitar a fluorose”.

BEBER CAFÉ ESCURECE OS DENTES

É verdade. Vale para o café, mas também para outras bebidas ácidas, como sucos de frutas e refrigerantes. “O esmalte dentário é uma película de proteção para a estrutura dos dentes que é porosa e pode ser desgastado quando ingerimos ou bebemos algum alimento ácido. O café tem uma acidez elevada e, por isso, afeta a superfície do esmalte", explica Márcia. No caso do café, há ainda a cor escura da bebida.

”Ao ser consumida com frequência, acaba depositando os pigmentos e causando manchas nos dentes inevitavelmente com o tempo. Uma maneira de amenizar isso é fazendo bochechos com água após ingerir a bebida. Para indivíduos que possuem o hábito de consumir várias vezes ao longo do dia, indica-se a diminuição progressiva desse hábito", alerta a odontopediatra.

Recomendamos para você »

Saúde 6274963295469671175
Reaja! Comente!

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Publicidade

Recicla Net Pousada Vitor & Vitoria WhatsApp do S1 Notícias

Canal S1 Gamer

Mais Lidas

Receba noticias em seu E-mail

Publicidade

item