WhatsApp vai cobrar pelo uso? É boato


Publicidade

Notícia falsa que está circulando entre grupos de usuários do WhatsApp afirma que o aplicativo passará a ser pago.


Tudo mentira. Na mensagem, o aviso é atribuído a uma pessoa – Reprodução
Tudo mentira. Na mensagem, o aviso é atribuído a uma pessoa – Reprodução
Uma notícia falsa que está circulando entre grupos de usuários do WhatsApp afirma que o aplicativo passará a ser pago. A mensagem, em tom de ameaça ao usuário, explica que os servidores do aplicativo "foram muito congestionados". E exige que ela seja repassada "para cada uma das pessoas da sua lista de contatos" caso o usuário quebre a corrente, ameaça, vai perder os contatos, ter a conta suspensa e ser cobrado pelo uso. 

Tudo mentira. Na mensagem, o aviso é atribuído a uma pessoa de nome "Jim Balsamic", suposto Chief Executive Officer (CEO) do WhatsApp. Na realidade, o CEO do WhatsApp chama-se Jan Koum. O boato não preocupa o WhatsApp que, por meio de sua assessoria de imprensa, desmentiu a informação de que o aplicativo será pago. Não temos um posicionamento formal do WhatsApp sobre o assunto, mas o app continuará funcionando normalmente e sempre será gratuito.

Na última quarta-feira, uma instabilidade no serviço, que deixou usuários sem acesso, contribuiu para que pessoas acreditassem no boato. Uma coisa não tem nada a ver com a outra: no mesmo dia, a empresa emitiu um comunicado onde afirma que o problema técnico foi registrado em várias partes do mundo. Sem dar detalhes, garantiu que a instabilidade foi resolvida.

O boato sobre o WhatsApp voltar a ser pago pelo usuário é antigo, mas em janeiro de 2016 o aplicativo anunciou que deixaria de cobrar taxas de assinatura. 


Recomendamos para você »

Tecnologia 413038537927450639
Reaja! Comente!

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Publicidade

Recicla Net Pousada Vitor & Vitoria WhatsApp do S1 Notícias

Canal S1 Gamer

Mais Lidas

Receba noticias em seu E-mail

Publicidade

item