Bancada do PSB estará livre para votar no processo de Temer


Publicidade

Governador Paulo Câmara disse que cada deputado deverá analisar o teor da denúncia e da defesa do presidente.


"O partido já tomou uma decisão” – Reprodução
"O partido já tomou uma decisão” – Reprodução
O governador Paulo Câmara (PSB) armou que a bancada socialista na Câmara Federal estará livre para votar a denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer (PMDB), que será analisada pela Casa. A Executiva Nacional do PSB tem se mostrado contrária às reformas propostas pelo peemedebista, mas vários parlamentares da legenda votaram favoráveis aos projetos do governo.

"O partido já tomou uma decisão no âmbito da Executiva que vai respeitar o que consta na Constituição. O que a gente está vendo agora é um processo que se iniciou e vai atuar na Câmara, vai precisar ser analisado e vai caber a cada deputado agora a sua análise dos fatos a decisão que achar adequada.

O partido tomou uma posição, que já colocou no âmbito na Executiva Nacional e ela continua válida no sentido de que o melhor para o Brasil é que se haja condições de se ter celeridade e rapidez", armou o governador, na manhã desta segunda-feira (3), após a solenidade de entrega de veículos para o Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e a contratação de extensionistas selecionados pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), no Palácio do Campo das Princesas

Com Informações JC.


Recomendamos para você »

Política 6131735959439621481
Reaja! Comente!

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta nossa Página

Publicidade

Recicla Net Pousada Vitor & Vitoria WhatsApp do S1 Notícias

Canal S1 Gamer

Mais Lidas

Receba noticias em seu E-mail

Publicidade

item