Top Ad 728x90

31 de jul de 2017

Descubra por que é tão difícil esmagar uma barata

Basicamente: as baratas podem comprimir seu corpo em até 60% e mesmo assim não perder a agilidade.

Publicidade

Basicamente: as baratas podem comprimir seu corpo em até 60% e mesmo assim não perder a agilidade.


 Essa característica permitiu que pesquisadores desenvolvessem robôs com capacidade parecida de resistência – Reprodução
Essa característica permitiu que pesquisadores desenvolvessem robôs com capacidade parecida de resistência – Reprodução  
Você já se perguntou por que as baratas muitas vezes não morrem mesmo quando tentamos esmagá-las? O vídeo abaixo responde essa pergunta e mostra como estudar esses bichinhos nojentos pode ser importantíssimo para o futuro da humanidade. O áudio está em inglês, mas é facilmente compreensível pelas imagens.

Basicamente: as baratas podem comprimir seu corpo em até 60% e mesmo assim não perder a agilidade. Os cientistas as colocaram em tubos que iam se estreitando cada vez mais para ver como elas passariam por essas situações de aperto. Em lugares extremamente pequenos, por exemplo, a barata primeiro analisa a passagem com as antenas e depois vai se espremendo.

Essa qualidade é “culpa” de seu exoesqueleto, que permite que elas suportem 300 vezes o peso do seu próprio corpo em pequenas fendas e até 900 vezes em outras situações! Por isso que tentar matá-las esmagadas nem sempre é a melhor alternativa. Se você precisa se livrar delas, aqui temos algumas opções.

Entretanto, essa característica permitiu que os pesquisadores desenvolvessem robôs com uma capacidade parecida de resistência. Essas cyberbaratas poderiam entrar em ruínas de um prédio após um terremoto, por exemplo, e ajudar as equipes de socorro a encontrarem potenciais vítimas. Esperamos que isso se torne realidade o quanto antes!

Assista:

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90