Top Ad 728x90

27 de jul de 2017

Efeito sanfona: o que fazer para estabilizar o seu corpo

Entender por que isso acontece é uma das maneiras mais eficientes de driblar o problema.

Publicidade

Entender por que isso acontece é uma das maneiras mais eficientes de driblar o problema.


 O ideal é fazer de cinco a seis refeições ao dia com intervalos regulares – Reprodução
O ideal é fazer de cinco a seis refeições ao dia com intervalos regulares – Reprodução
Quem há anos trava uma luta contra a balança, já testou diversas dietas e, mesmo conseguindo perder peso, acaba engordando novamente, sabe como o tal efeito sanfona compromete a saúde e até a autoestima.

Entender por que isso acontece é uma das maneiras mais eficientes de driblar o problema. Mas por que, afinal, seu peso nunca se estabiliza? Antes de mais nada é preciso entender que o controle e manutenção dos quilos é baseado no equilíbrio entre o consumo de calorias e o gasto de energia.

Por que sempre engordo mais depois de emagrecer?

O hipotálamo, área do cérebro que realiza o controle de peso, envia sinais de fome e saciedade e se comunica com outras partes do órgão que regulam o metabolismo. O processo cria um sistema que determina uma média de peso com a qual o corpo está acostumado e, em seguida, defende esse equilíbrio para afinar o metabolismo com o consumo de calorias diárias.

 O ideal é fazer de cinco a seis refeições ao dia com intervalos regulares – Reprodução

A taxa metabólica de repouso de uma pessoa acima do peso aumenta para evitar o ganho extra de quilos e, quando ela emagrece, faz com que o metabolismo fique mais lento. O fenômeno explicaria porque o ganho de peso costuma ser ainda maior quando você retoma o estilo de vida após o emagrecimento.

Pessoas que adotam uma dieta radical, com cardápio restritivo demais e deficiente em nutrientes, além de prejudicar a saúde, têm dificuldade em manter o plano e, quando desistem do regime, normalmente voltam aos antigos hábitos com ainda maior intensidade.

Como evitar o efeito sanfona?

A manutenção de uma rotina saudável, com controle de calorias e prática regular de atividades físicas seria a única forma realmente eficiente de combater o efeito sanfona. É importante, então, não pular refeições e manter o hábito de consumir lanches saudáveis, de três em três horas, para evitar a fome exagerada nas refeições principais. O ideal é fazer de cinco a seis refeições ao dia com intervalos regulares.

Evite ainda excluir completamente o carboidrato da dieta. O corte total do nutriente no cardápio provoca cansaço excessivo, má qualidade de sono e indisposição. Além disso, é difícil e perigoso eliminar carboidratos da alimentação por períodos muito longos, uma vez que pode fazer com que você exagere na quantidade ao voltar a ingeri-lo.

Além de manter uma rotina de alimentação saudável, a prática de exercícios é essencial para evitar o ganho de peso. Atividades de força são importantes para preservar a massa muscular e ajudar na manutenção da taxa metabólica de repouso.

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90