Viemos ao mundo sem roupa e algumas pessoas gostam de continuar assim, inclusive em eventos como o próprio casamento! O estilo de vida naturalista, que é aquele em que as pessoas usam roupa com a mínima frequência possível, é um dos pontos em comum entre Anca Arsene e agora seu marido Valentine.

Os dois pombinhos gostam tanto da vida sem roupas que decidiram se casar usando nada além de um véu, no caso dela, e de uma gravata, no caso dele. O casamento foi na ilha italiana de Sardenha, em julho deste ano.

“Foi tão maravilhoso ficar lá, em um cenário tão idílico com o meu marido, pelada. Tudo pareceu puro e muito íntimo, porque foi como se nós tivéssemos aceitando um ao outro como realmente somos, sem nada nos cobrindo”, disse Anca, em declaração publicada no Metro.

Casório

Nossos amigos e familiares não se sentiriam confortáveis com relação à nudez – Reprodução

Nossos amigos e familiares não se sentiriam confortáveis com relação à nudez – Reprodução

Apenas dois amigos do casal foram convidados para a cerimônia: Vlad, que também foi quem realizou o casamento, e Andrea, a dama de honra. “Nossos amigos e familiares não se sentiriam confortáveis com relação à nudez, então nós faremos outra cerimônia de casamento ao fim do ano, usando roupas, para que meus pais possam vir”, explicou a noiva.

A ideia do casal era justamente ter uma cerimônia que coubesse nos ideais do naturalismo, mesmo que isso significasse não convidar quase ninguém.

Para Anca o naturalismo foi uma consequência do seu relacionamento com Valentine, que começou a apresentar o ideal para a namorada ainda dentro de casa, quando os dois ficavam sempre pelados. Depois de um tempo, passaram a frequentar praias de nudismo semanalmente.

Naturalismo

Anca diz que no início se sentia estranha, mas que rapidamente passou a gostar de ficar pelada em lugares públicos, como as praias que frequentam. Agora os dois têm o costume de viajar pela Europa à procura de novas praias, inclusive.

A ideia do casamento naturalista surgiu desde o dia em que Valentine fez o pedido à Anca, em 2017, e a escolha pela Sardenha aconteceu pelo fato de que o local costuma ter uma temperatura agradável e é mais isolado, proporcionando maior conforto ao casal.

A cerimônia foi curta e durou cerca de 15 minutos – Reprodução

A cerimônia foi curta e durou cerca de 15 minutos – Reprodução

A cerimônia foi curta e durou cerca de 15 minutos, mas o propósito maior, que era proporcionar sensação de intimidade, foi alcançado. “Vlad e Andrea ficaram um pouco desconfortáveis sobre ficar sem roupa, no início, porque não é algo que eles fazem com frequência, mas vendo o quão naturais nós estávamos, eles rapidamente começaram a aproveitar. Nós amaríamos ter um casamento naturalista com todos que amamos lá, mas a maioria das pessoas não ficam confortáveis com a ideia de estar sem roupa na frente de outras pessoas” explicou a noiva.

Para ela, o naturalismo exige que seus praticantes realmente amem seus corpos e se sintam confiantes mesmo com suas inseguranças. E você, o que pensa sobre isso?

O naturalismo exige que seus praticantes realmente amem seus corpos – Reprodução

O naturalismo exige que seus praticantes realmente amem seus corpos – Reprodução