Haroldo Bauer “Rei das Serpentes” é de Operação do Ibama – Foto: Reprodução

Haroldo Bauer “Rei das Serpentes” é de Operação do Ibama – Foto: Reprodução

Haroldo Bauer mais conhecido como Rei das Serpentes, que foi alvo de uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) contra maus-tratos de animais e venda de animais silvestres na internet, comentou o episódio ocorrido nessa terça-feira (05 de junho de 2018).

“A mídia bombardeou minha imagem em todas as plataformas digitais e televisivas, mostrando meu trabalho de utilidade pública, preservação e de conscientização como crime ambiental. Meus advogados já estão resolvendo essas questões e tudo em caráter oficial será repassado para vocês através das minhas redes sociais”, disse Haroldo Bauer, acrescentando:

“São quatro décadas salvando serpentes – mais de cem mil ao longo dos anos já passaram por aqui, pelas minhas mãos – tendo assim a chance de viver em segurança, no seu habitat natural. Não sou criminoso, não sou marginal, não sou traficante, não maltrato esses animais, e não mereço que faltem com a verdade, jogando meu nome na lama e fazendo com que as pessoas pensem que eu sou um monstro”.

O serra-talhadense possui um canal no YouTube com vídeos de curiosidade sobre serpentes, onde grava vídeos, semanalmente, para mais 1,1 milhão de seguidores e tem mais de 126 milhões de visualizações. Desde 26 de maio de 2012 o canal é alimentado pela equipe do “Rei das Serpentes”. Veja o último vídeo publicado pela equipe do canal abaixo.

OPERAÇÃO TEIA

O Ibama realizou a apreensão de duas cobras em cativeiro no bairro São Cristóvão, em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, que estavam na residência de Haroldo Bauer.

A Operação Teia foi desencadeada para combater crimes cibernéticos contra a fauna e flora, e contou com o apoio da Polícia Militar e Civil de Pernambuco. Segundo o Ibama, o Haroldo estaria cometendo crime ambiental por divulgar imagens com animais silvestres sem autorização do órgão ambiental.

As cobras apreendidas pelo Ibama com o “Rei das Serpentes” serão levadas para Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) em Recife e, em seguida, serão conduzidas a natureza.

Horoldo Bauer foi autuado e conduzido à Delegacia de Polícia Civil (DPC) de Serra Talhada, onde foi lavrado um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO). Ele irá responder pelos crimes ambientais administrativamente e judicialmente, após a operação.

Fonte: Blog Roberiosa