A Black Friday, “sexta-feira negra” em português, é um evento comercial em que lojistas oferecem altos descontos aos consumidores nas mais variadas categorias de produtos. Tradicionalmente, acontece na sexta, um dia depois do feriado americano de Ação de Graças, que é celebrado na quarta quinta-feira de novembro.

 Este ano, será no dia 27 de novembro. É o maior evento de ofertas do comércio varejista nos Estados Unidos, que se espalhou pelo mundo. No Brasil, a Black Friday chegou, de modo experimental, em 2010, com ofertas restritas às plataformas online. E, logo nos primeiros anos, já ganhou fama ruim com a descoberta de falsos descontos. É que alguns anunciantes subiam os preços, alguns dias antes, para depois baixá-los no dia do evento.

Os consumidores mais atentos, claro, perceberam a malandragem. A data até ganhou o apelido de Black Fraude: tudo pela metade do dobro! Depois disso, os comerciantes se conscientizaram e passaram a oferecer descontos de verdade. Hoje, a campanha bate recordes de vendas ano a ano.

Em 2019, movimentou R$ 3,2 bilhões. Faturamento 23% maior que o de 2018. Apesar da crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus, a expectativa é de manter a tendência de crescimento este ano, principalmente nas vendas online. Que o evento tem forte apelo comercial, seja de forma presencial ou virtual, todo mundo sabe. Mas como surgiu a Black Friday e por que esse nome? Bem, existem várias teorias.

A mais recente e também mais difundida é que, entre as décadas de 1950 e 1960, o trânsito costumava ficar tão intenso na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, que os comerciantes aproveitavam a movimentação maior nas ruas e baixavam os preços para aumentar as vendas. O cenário era tão caótico, que a data passou a ser chamada de Black Friday pelos policiais. Verdade ou não, o que importa é que o evento é um momento de promoções. Só é preciso ficar ligado para não cair em golpes. Por isso, a primeira dica é nunca comprar por impulso! Desconfie de valores extremamente baixos, pesquise e sempre compare preços antes de fechar o negócio. 

About The Author

Related Posts