Especialistas do Conselho Geral de Colégios Oficiais de Podólogos da Espanha identificaram, em crianças, jovens e poucos adultos, todos diagnosticados positivo para a covid-19, pequenas lesões nos pés, sugerindo que um novo sintoma do vírus pode estar sendo revelado. Semelhante às marcas corporais que surgem em pessoas com catapora, as erupções podem surgir como um novo indicativo de identificação de contaminados, dando novas alternativas para o controle social e o tratamento.

Em nota publicada no site oficial do conselho, foi confirmado o início das novas investigações que serão aplicadas em pacientes da Itália, França e Espanha. “O Conselho de Pediatras recomenda que suas faculdades e seus membros sejam muito vigilantes, por isso pode ser um sinal de detecção da covid-19 que pode ajudar a evitar a disseminação”, disse a organização.

Apesar do coronavírus ainda ser uma doença relativamente nova e com pouca margem para estudos e análises mais concretas sobre seu combate, os pediatras não deixam de aconselhar a comunidade sobre seus cuidados, relembrando que é uma responsabilidade coletiva evitar a disseminação do vírus e as consequentes tragédias em maiores proporções. “O Conselho deseja transmitir uma mensagem de segurança aos pais e possíveis vítimas, dada a natureza benigna das lesões, e lembrar que eles devem monitorar a aparência de outros sintomas clínicos característicos da covid-19, como tosse, febre, dificuldade respiratória etc.”

Lesões nos pés são encontrada em pacientes com covid-19

A Federação Internacional de Podólogos divulgou um caso de um garoto italiano de apenas 13 anos que estava se queixando de dores e coceiras nos pés. Com a intensificação dos sintomas, médicos observaram o quadro clínico do jovem e de sua família, até que foi identificado que, poucos dias antes do surgimento das manchas roxas nos pés do adolescente, sua irmã e sua mãe já estavam contaminadas com covid-19. 

A entidade recordou, também, que as clínicas de podólogos encontram-se atualmente fechadas, algo que reforça ainda mais a importância da observação e do respeito às medidas de combate à disseminação do vírus, especialmente as questões envolvendo o isolamento social e a quarentena, e evitar quaisquer tipos de aglomerações, caso haja a necessidade de sair de casa.

Como uma análise recente, foi estabelecido um protocolo para os mais de 7 mil profissionais do Conselho, que deverão estar observando melhor os casos nos próximos dias. 

About The Author

Aldenice Santos

Related Posts