Os meses de janeiro e fevereiro proporcionaram chuva volumosa para grande parte do Brasil, mas especialmente para os estados da Região Sudeste. O excesso de chuva no verão 2019/2020 já era esperado para muitas áreas do país, bem como falta de chuva na Região Sul. 

Os eventos de ZCAS – Zona de Convergência do Atlântico Sul e vários episódios de intensa convergência de ventos formando os corredores de umidade do Norte para o Centro-Oeste e Sudeste geraram fortes e persistentes áreas de instabilidade sobre estas Regiões. 

A Zona de Convergência Intertropical ZCIT com posicionamento mais ao sul de sua posição média normal para esta época do ano – vem proporcionando muita chuva sobre a Região Nordeste do Brasil e parte da Região Norte.

O mês de março começa com mais um evento de convergência de umidade que vai gerar grandes áreas de instabilidade sobre o Sudeste e o Centro-Oeste, causando novamente chuva forte e volumosa em vários locais.

 Região Nordeste

Por causa do posicionamento da ZCIT ao sul de sua posição climatológica, há previsão de que toda a costa norte nordestina tenham acumulados bem acima da média histórica. Em quase todas as outras áreas da Região, a previsão é de chuva acima da média, com exceção de uma pequena faixa que abrange SE, AR, e centro-norte do litoral baiano.

About The Author

Related Posts