O presidente do Cimpajeú, Luciano Torres, afirmou na Cidade FM, nesta sexta-feira (04 de fevereiro de 2022), que Tabira perdeu o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para Solidão, que absorverá o serviço que era prestado.

Com o desligamento por inadimplência, a equipe de servidores de Tabira será demitida, e a ambulância enviada para a Central de Regulação de Serra Talhada.

Ontem, Cimpajeú, Secretarias de Saúde e MP apontaram como Fake News a nota da assessoria de comunicação da Prefeitura de Tabira tentando justificar sua saída do SAMU Regional, um prejuízo sem precedentes para o município.

Acusaram a gestão Nicinha e Dinca Brandino de querer evitar o desgaste soltando a nota para evitar a repercussão negativa.

“O município foi comunicado pela manhã, que receberia o aviso de suspensão no prazo de 24 horas. Inclusive foi oficiado ao Ministério Público hoje pela manhã que o município ainda não tinha se posicionado”, diz o Cimpajeú. A gestão deve ao SAMU/Cimpajeú R$ 142.371,84 referente a novembro e dezembro mais R$ 60.565,44 de janeiro de 2022. O total, R$ 202.937,28. Por isso foi desligada

About The Author

Related Posts