Celebrado no dia 15 de março, o Dia do Consumidor aquece a economia e reforça a importância de o cliente conhecer os seus direitos ao realizar as compras.

Comemorado na próxima segunda-feira, 15, o Dia do Consumidor é uma data que reforça a importância de os clientes conhecerem os seus direitos desde a realização da compra, até o desejo de realizar uma troca, tanto fisicamente, como de forma on-line. Para celebrar a data, muitos estabelecimentos, incluindo os grandes centros de compras, investem em promoções e ações para atrair o consumidor. Em tempos de pandemia, a maioria dos shoppings do Estado estão investindo nos chamados marketplaces, onde os lojistas dos próprios centros de compras vendem seus produtos através de um sistema de entrega, evitando, assim, que o cliente precise sair de casa. 

De acordo com o gerente de atendimento do Procon Pernambuco, Pedro Cavalcanti, com o aquecimento das compras virtuais, os cuidados devem ser redobrados. “Em razão da pandemia, o mundo todo se aproximou ainda mais das compras pelo meio digital, justamente para evitar ter que sair de casa, estar em grandes centros urbanos e em shoppings, então a gente percebeu que por imposição da pandemia houve um aquecimento por parte do comércio eletrônico, até aquele público idoso que não tinha o hábito em comprar, passou a comprar e isso importa de mais cuidados, principalmente para esse público que não estava acostumado com a tecnologia”, explica.

“No momento da compra on-line, para evitar em cair em eventuais fraudes, o consumidor não deve clicar naqueles encartes promocionais enquanto navega nas redes sociais, porque ao clicar, ele pode ser direcionado a um site falso. A gente sempre orienta que ele saia daquela rede social e abra o site da empresa. Quando ele estiver fazendo a aquisição da compra, deve verificar se no site tem o https e o cadeado que indica que o site é criptografado”, ressalta Pedro.

Ao realizar as compras virtuais, o consumidor tem o direito de receber o produto dentro do prazo e devolver, caso o produto não agrade. “Aquele consumidor que efetuar a sua compra on-line tem o direito de receber o produto naquele prazo estabelecido. Recebido aquele produto, ele tem o período de até 7 dias para exercer o direito de arrependimento, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, que é simplesmente informar para o fornecedor que não se agradou do produto e fazer a devolução, através da própria plataforma”, finaliza Pedro Cavalcanti.  

About The Author

Related Posts