Em nome do amor, mulher mata marido e joga ácido na cara do amante Eles viviam em Nagarkurnool, na Índia, e pareciam formar uma família feliz. A história ainda era mais bizarra, entenda.

A história desse trio amoroso é muito mais bizarra do que possa imaginar – Foto: Reprodução

A história desse trio amoroso é muito mais bizarra do que possa imaginar – Foto: Reprodução

Sudhakar Reddy trabalhava como triturador de pedras quando conheceu a enfermeira Swathi. Os dois se apaixonaram, se casaram e tiveram dois filhos. Eles viviam em Nagarkurnool, na Índia, e pareciam formar uma família feliz. Acontece que um tal de Rajesh apareceu na história e mexeu com o coraçãozinho de Swathi.

Rajesh era fisioterapeuta na clínica que em Swathi começou a trabalhar, e ambos mantiveram um relacionamento extraconjugal por algum tempo, até que decidiram que era hora de ser felizes juntos, sem nenhum empecilho. E qual a pedra no sapato do novo casal? Bem, Sudhakar, o marido traído.

Swathi e Rajesh tramaram um plano diabólico: em 27 de novembro deste ano, uma segunda-feira de cão para a maioria da população foi a última da vida de Sudhakar. O homem foi sedado com um potente analgésico e depois morto com uma barra de ferro pelos pombinhos apaixonados. Seu corpo foi descartado em uma floresta próxima.

Porém, a ideia de Swathi e Rajesh era ainda mais bizarra… A mulher jogou um ácido no rosto do amante, com seu consentimento, para ele ficar desfigurado e poder assumir o posto de Sudhakar. Ambos inventaram uma história maluca no hospital, falando que bandidos jogaram o líquido no rosto do cara, que a esta altura já se passava pelo marido assassinado.

Rajesh pretendia assumir a identidade do assassinado, mas faltou treinar alguns detalhes básicos – Foto: Reprodução

Rajesh pretendia assumir a identidade do assassinado, mas faltou treinar alguns detalhes básicos – Foto: Reprodução

O irmão de Sudhakar, porém, não acreditou na história da cunhada e nem sequer reconheceu o homem desfigurado como sendo seu irmão. Rajesh evitava falar, para não ser denunciado pela voz diferente. Seu plano era passar por uma cirurgia plástica e assumir o posto de Sudhakar, mas faltou um pequeno detalhe na artimanha: o amante não conhecia a família do morto, logo ele não reconheceu ninguém e a farsa estava prestes a ser descoberta.

O detalhe que faltava para sacramentar a história como falsa surgiu quando o hospital serviu uma sopa de cordeiro ao amante desfigurado. Rajesh recusou, dizendo ser vegetariano. Acontece que o falecido Sudhakar adorava esse prato, então nada daquilo fazia mais sentido. Na delegacia, Swathi foi pressionada e assumiu o assassinato do marido. Ela foi presa imediatamente e aguarda julgamento. Já o amante Rajesh também irá para o xilindró assim que se recuperar de suas queimaduras faciais.

About The Author

Dena Santos

Related Posts