No lombo de um jegue, cavalo ou mula, a profissional de saúde consegue chegar aos cantos mais remotos do município

O terreno acidentado na zona rural de Boa Vista do Tupim (BA), na Chapada Diamantina, a 352 km de Salvador, não é empecilho para o trabalho da enfermeira Monaliza Oliveira, 31, que tem contado com os equídeos como aliados na prevenção ao novo coronavírus pelos grotões do município.

De acordo com o mais recente boletim da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, divulgado nesta terça-feira (16), Boa Vista do Tupim havia registrado apenas 4 casos confirmados em meio a uma população de mais de pouco mais de 18 mil habitantes.

No lombo de um jegue, cavalo ou mula, a profissional de saúde consegue chegar aos cantos mais remotos do município, sem o risco de ficar presa nos atoleiros durante a temporada chuvosa, como às vezes acontece com alguns colegas quando utilizam os veículos da prefeitura local.

Com informações Folha PE.

About The Author

Aldenice Santos

Related Posts