Na manhã desta terça-feira (19 de abril de 2022), foi realizada a 1ª Conferência Municipal de Saúde Mental em Solidão, Sertão de Pernambuco. O evento foi realizado na Câmara Municipal de Vereadores e teve como tema “A Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”.

A conferência foi dividida em quatro eixos: I – Cuidado em liberdade como garantia de direito à cidadania; II – Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental; III – Política de saúde mental e os princípios do SUS: Universalidade, Integralidade e Equidade; e IV – Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

O prefeito Djalma Alves frisou que debater e apresentar ações para a saúde mental abrange o trabalho dos gestores públicos, mas também da participação da população.

“Agradeço e parabenizo a organização da Conferência em abordar temas importantes para que possamos discutir e apresentar as melhores propostas, estarei sempre a disposição para que possamos fazer saúde de qualidade para a nossa população”, comentou.

A mesa de honra foi composta pelo Prefeito Djalma Alves, a Secretaria de Assistência Social e primeira-dama Irene Espinhara, a senhora presidente da Câmara de Vereadores Adriana de Lima, Secretária Municipal de Saúde, Damiana Alves, Presidente do Conselho Municipal de Saúde Carmen Mersicano, Coordenadora Municipal de Saúde Mental Tânia Marques, Vereadora Telma Melo e a Assistente Social Érica Regina.

Além do Secretário de Administração, Maurício Batista e a mesa de honra, o evento também contou com os secretários, coordenadores, demais funcionários da equipe de governo e usuários do centro de Saúde Mental de Solidão.

A 1ª Conferência Municipal de Saúde Mental corresponde à etapa da 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental e tem por objetivo principal analisar as prioridades constantes e elaborar as propostas para programas e ações de saúde mental.

As conferências têm caráter deliberativo, e o que definem tem extrema relevância pública e deve ser considerado pelos gestores das políticas e pela sociedade brasileira.

Confira todas as fotos no Facebook > Clique Aqui <

Confira todas as fotos no Facebook > Clique Aqui <