Intitulada a “barbie venezuelana” Aleira Avendaño  passou por diversos procedimentos e utilizou acessórios 24 horas por dia, tudo isso em nome da perfeição.

Na intenção de alcançar o corpo considerado perfeito, não são pequenos os esforços que algumas pessoas fazem nessa jornada. Sejam exercícios, dietas ou cirurgias plásticas, muita gente passa por procedimentos bem excêntricos para esculpir a forma que acredita ser ideal.

Para esta modelo venezuelana, a missão não é um problema. Na busca de encontrar a beleza verdadeira, segundo ela, Aleira Avendaño submeteu seu corpo a procedimentos que podem ser considerado um verdadeiro inferno. Ainda assim, a modelo acredita que todas mulheres deveriam seguir os seus passos na busca pela beleza.

Aleira utilizou espartilho por sete anos para conseguir moldar uma cintura de apenas 50 centímetros. Aos 27 anos, possui seios e quadris gigantes, após passar por mais de 20 cirurgias plásticas, incluindo algumas repetidas nos seios e no nariz. Ainda que tenha se submetido a tantas operações, a mulher já declarou que irá passar por vários outros procedimentos ao longo da vida.

Fama

Após se esforçar para conseguir moldar o corpo para suas preferências, Aleira tem investido em suas aparições nas redes sociais e eventos, querendo se tornar famoso por causa de seu corpo. Por mais que esteja conseguido atenção, no entanto, não é tanto pela exaltação de sua imagem. A modelo já apareceu nas páginas da Playboy do México e viaja o mundo para apresentar seu corpo em eventos e convenções de cirurgias plásticas e beleza feminina. No seu perfil do Instagram, ela conta com mais de 800 mil seguidores e 5 mil postagens. A maior parte das imagens, naturalmente, é de ensaios e selfies que mostram o seu corpo.

Corpo perfeito

Para poder conquistar o visual tão desejado, Aleira começou a fazer cirurgias plásticas ainda aos 19 anos, quando aumentou o tamanho dos seios pela primeira vez. A partir daí, nunca mais parou. Primeiro alterou o visual do nariz e fez redução de estômago, passando pela inserção de implantes nas nádegas e algumas cirurgias para alterar a face e pescoço. Não satisfeita, a venezuelana chegou a remover todos os dentes e os substituiu com próteses.

Além das operações, uma das alterações mais chocantes em seu corpo foi causada pela utilização de um espartilho ao longo de 23 horas por dia, durante sete anos. Por conta da utilização exagerada do acessório, Aleira sofreu danos graves. As costelas foram esmagadas pela força gerada com o espartilho e deixou cicatrizes na região do corpo.


Fonte: Fatos Desconhecidos

About The Author

João Santos

Related Posts