Prestes a se formar em Medicina pela Faculdade Pernambucana de Saúde da Universidade de Pernambuco (FPS/UPE), o estudante Wellington Gomes contou sua história de superação nas redes sociais, no último fim de semana. 

O pernambucano, que era cortador de cana na cidade de Ribeirão, na Mata Sul de Pernambuco, viu na educação uma oportunidade de mudar a sua história e de sua família. 

Nascido no Engenho Santa Cruz II, na zona rural de Ribeirão, Wellington resolveu colocar nos estudos o que ele mesmo chama de “caminho do sucesso”, como ensinaram seus pais.

Desde cedo, ele contou com a ajuda dos pais para incentivar sua educação. No último sábado (20), em uma postagem em seu Instagram, o futuro médico compartilhou como tudo começou.

De cortador de cana a médico: a história do pernambucano que emocionou internautas

“Quando eu era 1° ano do Ensino Médio eu descobri que a UPE fazia um vestibular seriado anualmente, o qual facilitaria bastante a entrada na universidade. O problema é que faltavam dois dias pra acabarem as inscrições e eu não tinha dinheiro algum para pagar a taxa de inscrição”, escreveu.

Foi então que ele contou ao pai que precisava de dinheiro para pagar a taxa de inscrição. Wellington morava no engenho e ia de bicicleta todos os dias à cidade para estudar. O pai do jovem então se prontificou a ir trabalhar com ele para conseguirem o dinheiro. 

“Trabalhamos até mais ou menos 16h em um lugar chamado Engenho São Pedro e com o dinheiro pagamos o boleto do ssa e um papel de energia. Foi o dia todo. Foi sofrido. Foi um dos primeiros momentos em que acreditaram em meu sonho”, disse Wellington.

“Minha gratidão neste momento se estende a todos que de alguma forma contribuiram para que o sonho de ser médico esteja prestes a se tornar realidade”, completou Wellington.