Entenda por que bebês recém-nascidos não produzem lágrimas

Entenda por que bebês recém-nascidos não produzem lágrimas

Qualquer pessoa que já tenha convivido com bebês recém-nascidos sabe que o choro é praticamente uma característica inerente a pequenos serzinhos. O que começa com aquele famoso resmungo de quem está reclamando de alguma coisa pode virar um choro colossal, daqueles de soluçar. Apesar disso, os bebês recém-nascidos não produzem lágrimas quando choram.

Em adultos, o corrimento ocular agudo, mais conhecido como lágrima, é provocado sempre que fortes emoções são acionadas. Essa é uma maneira que os olhos encontram para se proteger de possíveis danos. Além disso, o alívio do estresse também pode se dar por meio das lágrimas.

Acontece que, de acordo com a Live Science, os bebês recém-nascidos não são capazes de produzir lágrimas, apesar de toda sua agitação. Isso ocorre porque os ductos lacrimais ainda não estão totalmente operacionais assim que os bebês nascem. Que eles podem chorar, ninguém duvida, mas embora os olhos fiquem úmidos, lágrimas não correm pelos seus pequenos rostinhos. A produção de lágrimas só começa a ocorrer entre três e quatro semanas após o nascimento. Em alguns bebês, esse processo pode demorar até dois meses.

Além das lágrimas, o suor também demora um pouco para ser produzido a pleno vapor. As glândulas sudoríparas écrinas ainda não estão completamente adaptadas e ativas e, por isso, durante um tempo, os bebês só produzem suor na testa.

A produção de alguns tipos de líquidos demora um pouco para entrar no ritmo do bebê após o nascimento, mas as cordas vocais e o xixi estão em dia assim que eles chegam ao mundo.

About The Author

Dena Santos

Related Posts