David Dowell, australiano de 34 anos de idade, estava em uma festa de Natal em 1º de dezembro do ano passado quando foi desafiado a comer uma lagartixa. Após concluir o desafio com sucesso, ele continuou curtindo a festa normalmente. Dois dias após o ocorrido, contudo, David começou a se sentir muito mal. 

Hanna, sua irmã, relatou ao jornal The Sydney Morning Herald (SMH) que ele sofria com náuseas e diarreia antes de ser levado ao hospital. “Ele estava bem enjoado e, quando começou a vomitar verde, chamamos a ambulância.”, ela disse. 

Homem é desafiado a engolir lagartixa, aceita... E morre!

O homem, pai de três, foi encaminhado ao Mater Hospital Brisbane. A primeira impressão dos médicos era de que se tratava de um caso de gastroenterite ou uma ressaca daquelas situações que podem ser resolvidas facilmente. Assim, David seria liberado do hospital, não fosse pela insistência dos familiares. Um dia depois, na terça-feira, ele foi diagnosticado com infecção por Salmonella e, a partir disso, foi só ladeira abaixo.

Aproximadamente, 1,2 milhões de pessoas são infectadas por essa bactéria nos Estados Unidos a cada ano. A maioria delas desenvolve dores abdominais, vômitos e diarreia, com uma recuperação de 4 a 7 dias. Mas, a coisa pode ficar séria. Por ano, 23.000 hospitalizações e 450 mortes acontecem na terra do dólar. A tal bactéria pode estar presente na água ou em vegetais contaminados, além de répteis (isso mesmo!) como a lagartixa.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos US, o contato com esses carinhas pode ser uma fonte de grande parte das infecções, principalmente porque tais animais têm uma aparência bem saudável mesmo carregando a bactéria. 

Homem é desafiado a engolir lagartixa, aceita... E morre!

Relatos sobre o caso de David são divergentes, alguns festeiros que estavam no evento declaram que o sujeito de fato comeu a lagartixa… outros, no entanto, alegam que ele somente a segurou. De qualquer forma, o seu quadro ficou grave com o passar dos dias. As dores tornaram-se tão intensas que a equipe médica decidiu colocar o australiano em coma induzido. 

“Seus testículos estavam do tamanho de toranjas e havia fluido sendo expelido por eles.”, afirmou sua mãe ao SMH. “[Os médicos] disseram que aquilo era normal, era somente um fluido da cavidade estomacal.”. No dia 11, apenas dez dias após ter ingerido a lagartixa, David teve uma falha grave em seus órgãos sexuais e morreu durante uma cirurgia. 4

 Os parentes têm inúmeras ressalvas e desconfianças sobre o tratamento que o hospital ofereceu e, agora, eles aguardam esclarecimentos. No fim das contas, a família não tem certeza do que matou David, mas “o certificado de óbito oficial diz que a ingestão da lagartixa foi a causa”, declarou Allira Bricknell, sua companheira. A repercussão da morte inusitada de David está sendo usada para atentar pessoas aos sintomas de Salmonella afinal, muitos não pensam que a bactéria pode ser realmente perigosa. 

Homem é desafiado a engolir lagartixa, aceita... E morre!

About The Author

Dena Santos

Related Posts