Em cirurgia realizada no início deste mês (2), médicos da província de Shandong na China conseguiram remover uma faca enferrujada de 10 centímetros, alojada no crânio de um idoso de 76 anos há mais de 26 anos. Considerada um milagre, a história de Duorijie, fazendeiro da aldeia de Haiyan na província de Qinghai, teve início em 1994 quando ele foi vítima de um assalto violento, no qual foi esfaqueado na cabeça e deixado para morrer com a lâmina da faca enferrujada cravada dentro do seu crânio.

Duorijie se recuperou do incidente, porém o objeto cortante não pôde ser removido com segurança. Sentindo-se afortunado por ter sobrevivido, o fazendeiro retornou às suas atividades, mas passou a desenvolver alguns sintomas como dores de cabeça crônicas e perda da visão de seu olho direito.

No mês passado, médicos que visitavam o interior de Qinghai ficaram sabendo da história de Duorijie e o chamaram para novos exames. Perplexos com a situação, decidiram, face às limitações tecnológicas dos hospitais da região, que ele fosse transferido para Shandong, onde teria condições de receber um tratamento adequado. 

A cirurgia “milagrosa”

Médicos retiram faca alojada na cabeça de um homem há 26 anos

Duorijie voou mais de 3 mil quilômetros para se submeter ao tratamento oferecido pela Primeira Universidade de Medicina de Shandong. Como a faca estava presa, segundo os exames, na base do crânio e atrás da cavidade ocular, pressionava perigosamente o nervo ótico do paciente que, além da perda da visão no olho direito, sofria de hemiparesia dos membros do lado esquerdo do corpo.

Após várias tomografias, os médicos decidiram que, apesar da dificuldade da operação, fariam a retirada cirúrgica da lâmina em dois procedimentos. Para o neucirurgião-chefe Dr. Liu Guangcun, essa era “a única maneira de resolver de uma vez por todas o sofrimento do aposentado”. 

A primeira cirurgia, executada no dia 2 de abril, durou duas horas e teve sucesso em retirar a faca. No dia 8 seguinte, o paciente foi submetido a uma segunda operação para limpar a ferida. Segundo os relatórios, ele está se recuperando bem e já pode caminhar sozinho. As dores de cabeça se foram e ele está recuperando aos poucos a visão do olho direito.

“Os médicos encerraram meu pesadelo de mais de 20 anos”, afirmou um agora sorridente Duorijie.

About The Author

Aldenice Santos

Related Posts