Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que 2.3 bilhões de pessoas no mundo, entre crianças e adultos, estão acometidas por obesidade ou sobrepeso. Novas vítima do sobrepeso têm surgido devido ao isolamento social, que vem provocando picos de ansiedade e contribuindo para o déficit alimentar das famílias.

“Ter uma boa alimentação, praticar esportes e buscar qualidade de vida dentro das atividades que executa, são dicas valiosas para quem busca um ritmo de vida saudável”, explica a nutróloga Bárbara Souza. 

Para a profissional, é primordial monitorar as taxas com exames de rotina, visto que “o acúmulo de gordura pode resultar no surgimento de diversas patologias indesejadas, como transtornos psicológicos, diabetes, hipertensão e doenças ortopédicas e cardiovasculares, entre muitos outros”. 

No atual cenário de pandemia, alerta Bárbara, “não é exagero ressaltar que a obesidade também é uma comorbidade que pode agravar o quadro de saúde daqueles que testam positivo para a Covid-19”. Aos que já convivem com a doença, é importante salientar que o apoio dos que estão à sua volta, familiares e amigos, é essencial no controle da situação.

A nutróloga elenca algumas práticas importantes para combater a obesidade. São elas: Estimular uma dieta saudável, rica em frutas e legumes, e sem excesso de sal e açúcar; sair do sedentarismo e promover a prática de esportes ou atividades que ofereçam movimento ao corpo e a mente; além de evitar alimentos processados.

About The Author

Related Posts