Certamente você deve ter visto circulando nas redes sociais uma foto de um rapaz de rosa, com a camisa por baixo da bermuda e sapatos mocassim. Conheça a sua história e sua identidade.

O meme “Com licença” associado à foto de um rapaz de camisa rosa posta por baixo da bermuda, com sapatos mocassim e relógio, com a marca das meias na canela, no estilo almofadinha, é, na verdade, uma foto extraída do usuário do Twitter “LuckyLuciano17k”.

Luciano, o usuário, publicou, em um tweet, uma foto de si mesmo dia 22 de dezembro de 2016, em Tampa, na Flórida, com a legenda “You know I had to do it”, em tradução livre, “Você sabe que eu tinha que fazer isso”. Até o momento em que o perfil se tornou privado, o tweet já tinha recebido mais de 1700 curtidas e 1700 retweets.

O tweet ficou relativamente sob o desconhecimento do grande público até o dia primeiro de julho daquele ano até que o usuário @ExhelonWinter republicou a foto alterando-a, tirando a cabeça do rapaz para colocar no lugar a foto do rosto de um personagem. Esse foi o estopim para que a foto de fato virasse um meme e viralizasse. Essa ação de modificar a foto foi seguida por inúmeros usuários, em diversas redes sociais.

No Brasil, o meme chegou algum tempo depois e viralizou de fato há alguns meses apenas. Aqui, o meme ficou conhecido como “o rapaz do meme Com licença”, que estourou no final de 2018, não mais com a legenda original do Twitter, mas como referência a uma pessoa riquinha que não tem noção da realidade.

No entanto, o rapaz não teve a mesma ascensão e sorte que o seu meme. Luciano foi preso há alguns meses, ainda em 2018, por posse de maconha, cocaína e acessórios para uso das drogas. Em seguida, o jovem ainda tentou fazer um financiamento coletivo para pagar os trâmites necessários para tirá-lo da prisão, mas não deu certo. Nos últimos dias, ainda era possível encontrar um link em suas páginas para a GoFundMe, onde ele tentava levantar o valor de 7 mil dólares, no entanto, ele conseguiu apenas cerca de 200 dólares.

Assim, ele se abriu para o seu público: “Eu fui preso recentemente. Fui seguido, espionado e detido de forma ilegal por oficiais que queriam arruinar a minha vida. Eles acharam engraçado, divertido, me atormentar o tempo todo. Fiquei na cela, não me deram nenhuma ligação, aumentaram as minhas acusações de forma desonesta e jogaram um monte de taxas e custos em cima de mim. ” Contou, para, em seguida, justificar o seu financiamento coletivo. “Estou fazendo agora esse GoFundMe para o único propósito voltado aos custos legais, fiança, custos com advogados, e sobretudo para tentar contratar um advogado e processar os oficiais por desonestidade e péssimo comportamento que foram praticados contra mim. Qualquer coisa já será de muito bom grado. Obrigado a todos! ”.

Memes acabam trazendo muita notoriedade para as pessoas vítimas das brincadeiras. Quem lembra da menina do meme “garota desastre”? Pois é, ela cresceu e está uma gata. Cabe a elas saber aproveitar dos seus minutos de fama para ganhar algum proveito… e foi exatamente o que Luciano fez.

Agora, depois de ter saído da cadeia, ele está apostando na carreira de YouTuber, vendendo camisetas e canecas com a sua foto, tentando aproveitar da fama que os Estados Unidos e o Brasil estão lhe dando. Ele constantemente envia mensagens aos internautas brasileiros.