O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) agora utiliza um sistema de reconhecimento biométrico para validar a emissão ou renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O objetivo da medida é reprimir fraudes durante o processo. Desde essa segunda-feira (23), o órgão passou a coletar impressão digital, assinatura e foto da pessoa. O material será arquivado no Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach), para posterior checagem.

Com a nova medida, a pessoa só poderá avançar no processo de obtenção ou renovação da carteira após a coleta desses dados e validação, garantindo a identificação nas etapas posteriores exame médico e avaliação psicológica.

A medida é pioneira na região Nordeste e vem para atender a portaria 1.515/2018 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O sistema ficará sob a responsabilidade da diretoria de operações do órgão estadual.

Com informações Diário de Pernambuco