De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o câncer de mama é o que mais causa morte entre mulheres e é também o mais comum, depois do câncer de pele. “A doença pode ser detectada ainda na fase inicial. E em grande parte dos casos, a descoberta precoce faz com que o tratamento seja iniciado o quanto antes, aumentando a possibilidade de cura”, destaca a coordenadora do serviço de mastologia do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), Denise Sobral.

Pandemia

Mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, o tratamento e as cirurgias não deixaram de ser realizados no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). “Os exames que são realizados para investigação clínica foram suspensos nos primeiros meses da pandemia, tanto na rede pública, como privada. E isso provocou algumas limitações em todo serviço de saúde”.

A orientação da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) é de não interromper o rastreamento e exames de rotina, considerados imprescindíveis para identificação do diagnóstico precoce, mesmo enquanto durar a pandemia. “No caso da mulher suspeitar de um nódulo palpável ela não deve postergar e buscar atendimento imediatamente para fazer o diagnóstico”, alertou a SBM, através de nota.

Fatores de risco

  • A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença. Estima-se que quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos.
  • Obesidade e sobrepeso após a menopausa;
  • Histórico familiar de câncer;
  • Sedentarismo e inatividade física;
  • Não ter tido filhos;
  • Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;
  • Consumo de bebida alcoólica;
  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona);
  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Sintomas

  • Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Prevenção

  • Cerca de 30% dos casos podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis:
  • Praticar atividade física;
    Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar;
  • Evitar uso de hormônios sintéticos, como anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal.

Benefícios da mamografia

  • Encontrar o câncer no início permite um tratamento menos agressivo;
  • Menor risco de morte por câncer de mama, em função do tratamento precoce.

About The Author

Aldenice Santos

Related Posts