O estado de Pernambuco foi o segundo do país a destinar mais recursos na área de saúde pública nos dois primeiros meses deste ano. Os dados são da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Em janeiro e fevereiro, o governo aplicou R$ 908,54 milhões em gastos líquidos. O montante é superado nacionalmente apenas por São Paulo, com R$ 3.559,31 milhões.

A quantia investida em Pernambuco supera os R$ 871,42 milhões da Bahia. Quando comparado ao Rio de Janeiro, os investimentos do estado é quase o dobro do volume gasto pelo governo fluminense, de R$ 474,62 milhões, e mais do que o dobro do montante aplicados pelo Pará, de R$ 404,45 milhões, e três vezes superior ao Ceará, com R$ 289,33 milhões.

Dos R$ 908,54 milhões investidos, segundo o governo pernambucano, a maior parte é oriunda dos cofres públicos estaduais. Foram R$ 512 milhões do tesouro local, o que representa 56,34% de todo o valor aplicado. O restante 43,66% veio do Sistema Único de Saúde (SUS) e de outros convênios firmados pelo governo estadual

O total de recursos geridos pelo estado foram para as áreas de pessoal, custeio, serviços de manutenção e operação dos serviços. Além disso, o governo aponta investimentos na construção, ampliação, reforma e aquisição de equipamentos para unidades de saúde.

A lista de investimentos inclui ainda, conforme dados do estado, em procedimentos de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar e no fortalecimento do Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), aquisição de medicamentos e insumos farmacêuticos e ampliação da rede de assistência médico-hospitalar.

Outros campos beneficiados com investimentos da Secretaria Estadual de Saúde foram o da formação e qualificação de profissionais do SUS, bem como o do Núcleo Estadual de Telessaude, implantado no começo deste ano, e a ampliação da cobertura estadual dos serviços do Samu e na implementação das ações de regulação do sistema de Saúde.

Fonte: Diário de Pernambuco

About The Author

Related Posts