Foi constatado que no lugar funcionava uma casa de prostituição, estando presentes mais de 6 garotas. A ação marca o início de uma série de intervenções.

Na noite desta sexta-feira (24 de maio de 2019) uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária, coordenados pelo Delegado Ubiratan Rocha Fernandes, efetuaram diligências no bar de propriedade de Lamartine Silva, na Rua Possidônio Gomes, no Bairro Brotas, na cidade de Afogados da Ingazeira, sertão de Pernambuco.

O local era alvo de queixas de moradores por conta da poluição sonora e problemas ligados à existência de uma casa de prostituição. Moradores relatavam que perderam sossego após a instalação do estabelecimento.

Foi constatado que no lugar funcionava um bordel, estando presentes mais de seis garotas aptas a prostituição. De imediato, os procedimentos legais foram realizados, onde o proprietário responderá criminalmente por Casa de Prostituição e Rufianismo, bem como foi notificado e teve seu estabelecimento interditado.

Foi constatado que no lugar funcionava uma casa de prostituição, estando presentes mais de 6 garotas. A ação marca o início de uma série de intervenções.

A ação marca o início de uma série de intervenções que serão aplicadas pelas instituições no combate à poluição sonora, ao tráfico e a outros delitos, tudo visando o ordenamento, a urbanidade e a paz social, construídas por instituições como MP, Polícia Civil, PM, Bombeiros e Prefeitura Municipal.

“Importante destacar que esse local era alvo de várias denúncias da sociedade. Precisamos que ela continue nos ajudando e denunciando, confiando nas autoridades”, disse o Delegado Ubiratan Rocha.

Related Posts