A taxa de transmissão (Rt) da Covid-19 em Pernambuco se mantém abaixo de 1 há mais de três meses. O dado é do grupo Covid-19 Analytics formado por pesquisadores de diversas áreas da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro.

O índice mais recente, publicado na última quarta-feira (8), indica que a taxa de transmissão em Pernambuco está em 0,89. Ou seja, dentro de patamares considerados de controle da pandemia.
Essa taxa do Estado indica que cada grupo de 100 pessoas contaminadas pode transmitir o novo coronavírus para outras 89, em uma progressão decrescente. Além disso, Pernambuco está na faixa de controle há mais de 90 dias.

Apenas Distrito Federal, com Rt de 1,1 e o Espírito Santo, em 1,02, têm números acima de 1 no País. As taxas podem ter uma defasagem de até uma semana, segundo o Covid-19 Analytics. A taxa de transmissão do coronavírus estima a velocidade de propagação de um vírus dentro de determinadas condições, expressando a aceleração, controle ou supressão do contágio.

Quanto mais alto o valor, maior a velocidade de transmissão e maior o risco de uma possível sobrecarga no sistema de saúde. Em março, quando os casos do coronavírus voltaram a acelerar em Pernambuco, o Rt do Estado passou de 1,2. Ou seja, cada grupo de 100 infectados tinha potencial para contaminar outras 120 pessoas, em uma progressão crescente.

O controle na taxa de transmissão do vírus tem reflexos na ocupação de leitos para atendimento a pacientes com quadro de suspeita ou confirmação para Covid-19.

Os dados mais recentes da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), divulgados no domingo (12), mostram que Pernambuco tem 43% dos 992 leitos de UTI ocupados na rede pública. Dos 898 leitos de enfermaria, 35% estão com pacientes.

Na rede privada, os percentuais são 53% das 170 vagas de terapia intensiva e 30% das 124 de enfermaria.
O Estado totaliza 613.436 casos de Covid-19 contabilizados desde o início da pandemia, além de 19.539 mortes. Recuperados somam 548.328.

Vacinação em Pernambuco

Pernambuco aplicou 8.730.864 doses de vacinas contra a Covid-19 na sua população, desde o início da campanha de imunização no Estado, em 18 de janeiro.

Com relação às primeiras doses, foram 5.904.173 aplicações (cobertura de 71,04%). Do total, 2.826.691 pernambucanos (34,01%) já completaram seus esquemas vacinais, sendo 2.653.700 pessoas que foram vacinadas com munizantes aplicados em duas doses e outros 172.991 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

About The Author

Related Posts

Deixe um comentário