Em Pernambuco, quase 70 mil candidatos faltam o Enem 2019

Em Pernambuco, quase 70 mil candidatos faltam o Enem 2019

O segundo e último dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 terminou nesse domingo (10) com o menor índice de abstenção da história do maior exame de acesso ao ensino superior do país. Em Pernambuco, a taxa de faltosos foi de 25,1%, isto é, um em cada quatro inscritos não compareceu às provas. Dos 275.327 inscritos no estado, 206.220 estavam presentes e 69.107 faltaram. Na edição do ano passado, a abstenção em Pernambuco foi de 29,5%. Ontem, os candidatos fizeram provas de matemática e ciências da natureza.

No país, a taxa de comparecimento no Enem 2019 foi de 72,9%, superando a edição de 2015, quando foi registrado um índice de 72,67%. O exame foi, portanto, concluído por 3,7 milhões dos 5,1 milhões de inscritos. O gabarito oficial do exame será publicado nesta quarta-feira. Já o resultado individual do Enem será divulgado em janeiro do próximo ano, em data a ser definida.

Considerando os dois dias do Enem, 747 candidatos foram eliminados. Nesse domingo, foram realizadas 371 eliminações. Na semana passada, outros 376 participantes já haviam sido desclassificados. O Enem de 2019 foi realizado com novas regras de segurança. A principal mudança foi em relação à proibição de emissão de sons por aparelhos eletrônicos, mesmo dentro do envelope porta-objetos fornecido pelos fiscais de prova. Também foram eliminados candidatos que se negaram a ser identificadas por biometria; se ausentaram antes do horário permitido; utilizaram impressos ou não atenderam às orientações dos fiscais.

O segundo dia teve 76 ocorrências de logística. A lista inclui emergências médicas, queda de energia elétrica, interrupção no abastecimento de água, desastres naturais e outros problemas. Participantes que se sentiram prejudicado podem solicitar a reaplicação do exame. O pedido deve ser feito de hoje ao próximo dia 18, no site do Enem. A resposta do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelo exame, sobre os pedidos será divulgada no dia 27 deste mês. A reaplicação do Enem está marcada para 10 e 11 de dezembro.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, avaliou positivamente a edição deste ano do exame. “O objetivo, que era selecionar as pessoas em melhores condições para ocupar as vagas no ensino superior e se tornar os melhores profissionais, foi cumprido”, afirmou, em coletiva de imprensa realizada em Brasília (DF) na noite de ontem. Weintraub garantiu que os casos de vazamento da prova nos dois dias de aplicação foram pontuais e não prejudicaram os estudantes.

Depois de ter afirmado, no primeiro domingo do Enem, que a divulgação do tema da redação em uma foto que circulou nas redes sociais antes do horário permitido para os candidatos saírem com as provas teria ocorrido em Pernambuco, o ministro revelou que o caso foi registrado no Ceará. “Identificamos um homem de 18 anos e uma aplicadora no Ceará que fizeram esse ato de terrorismo. Fizemos o boletim de ocorrência e, daqui em diante, é com a polícia e o Ministério Público. Mesmo com esses terroristas, o Enem foi um enorme sucesso”, disse. Segundo ele, os casos não configuram vazamento porque aconteceram depois do início das provas.

About The Author

Dena Santos

Related Posts