O Google está promovendo uma homenagem a Janaína Dutra, líder travesti do movimento LGBT, com um Doodle em sua página inicial para o Brasil.

“O Doodle de hoje homenageia a ativista social e advogada brasileira Janaína Dutra, uma líder do movimento brasileiro LGBTQIA+ que é amplamente considerada a primeira pessoa trans da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”, publicou a empresa.

Janaína Dutra: O Google conta a sua história:

Goolge homenageia Janaína Dutra, líder travesti do movimento LGBT

Janaína Dutra nasceu neste dia, em 1960, no distrito de Canindé, no norte do estado do Ceará. Aos 14 anos, ela começou a enfrentar a discriminação homofobia com o apoio de sua grande família.

Ela acompanhou a irmã até Fortaleza, onde Janaína deu os primeiros passos em direção a uma vida dedicada à defesa da comunidade LGBTQIA+.

Em 1986, ela formou-se em Direito pela Universidade de Fortaleza, fazendo história como a primeira transexual graduada aceita como membro da Ordem dos Advogados do Brasil .

Ao longo da década de 1980, Dutra aprofundou sua carreira desenvolvendo a primeira campanha de prevenção do HIV no Brasil com foco na comunidade transgênero, em colaboração com o Ministério da Saúde.

Dutra também contribuiu para a fundação do Grupo de Resistência Asa Branca e foi a primeira presidente da Associação de Travestis do Ceará (ATRAC Associação de Travestis do Ceará ), uma organização sem fins lucrativos de referência com foco no desenvolvimento Apoio social e jurídico para a comunidade LGBTQIA+.

Conhecida por sempre levar consigo uma cópia da lei anti-homofobia aprovada por sua cidade natal, Janaína passou a vida inteira participando de conferências, seminários e mesas redondas para defender a igualdade.

Em 2011, foi fundado em Fortaleza o Centro de Referência LGBT Janaína Dutra, que segue com a missão de proteger os direitos humanos de integrantes da comunidade LGBTQIA + até os dias de hoje.

Janaína Dutra morreu de câncer de pulmão aos 43 anos.

About The Author

Related Posts