A prova de vida para aposentados e pensionistas do INSS volta a ser obrigatória. A Portaria nº 1.299 do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), publicada ontem no Diário Oficial da União, define que quem não fizer a comprovação de vida a partir de 1° de junho até 31 de dezembro, dependendo da data prevista terá o benefício bloqueado. A obrigatoriedade foi suspensa por várias vezes, desde 31 de maio do ano passado, com o intuito de evitar aglomerações durante a pandemia de covid-19.

A comprovação pode ser feita pelo aplicativo meu INSS ou em agências bancárias, caso o segurado já tenha a biometria facial pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Caso não tenha, será preciso comparecer à agência bancária na qual recebe o benefício, com documento de identificação com foto.

A biometria facial foi ampliada em fevereiro e 5,3 milhões de segurados, de acordo com o INSS, fizeram a prova de vida nessa modalidade. Ela está disponível nos aplicativos Meu INSS e Meu gov.br. Informações sobre o procedimento podem ser acessadas pela página do INSS ou o canal do INSS no Youtube.

O segurado que por algum motivo não consegue sair de casa, poderá cadastrar uma pessoa como procuradora para fazer a prova de vida. É necessário enviar o requerimento no app do Meu INSS e acessar a opção “Agendamentos/Requerimentos”, clicar em “Novo Requerimento” e digitar no campo de pesquisa a palavra “procuração”. E depois, enviar os documentos solicitados.

Veja o calendário

Vencimento da comprovação de vida, retomada da prova de vida

  • Março e abril/2020 — junho/2021
  • Maio e junho/2020 — julho/2021
  • Julho e agosto/2020 — agosto/2021
  • Setembro e outubro/2020 — setembro/2021
  • Novembro e dezembro/2020 — outubro/2021
  • Janeiro e fevereiro/2021 — novembro/2021
  • Março e abril/2021 — dezembro/2021

About The Author

Dena Santos

Related Posts