Afogados anuncia primeiro óbito por Covid-19

Afogados anuncia primeiro óbito por Covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informou em nota que mais três casos positivos foram confirmados no município. São eles:

Paciente do sexo feminino, 36 anos, profissional de saúde (trabalha em cidade vizinha), apresentou sintomas sugestivos para covid-19 e realizou o teste rápido com resultado positivo.

Paciente do sexo masculino, 56 anos, agricultor, contato de caso positivo anunciado anteriormente, realizou teste e apresentou resultado de IgG positivo para covid-19.

Paciente do sexo feminino, 56 anos, agricultora, contato de caso positivo, após apresentar sintomas sugestivos para covid-19 realizou testagem com resultado positivo.

Todos os casos positivos estão em quarentena domiciliar monitorada pelas nossas equipes de vigilância em saúde e atenção básica.

Entram em investigação dois casos. O de um paciente do sexo masculino, 53 anos, cardiopata, diabético e portador de insuficiência renal crônica. Está internado no PROCAPE, em Recife, para tratar dos problemas citados. A equipe do referido hospital resolveu colher swab para investigar infecção por covid-19, após o mesmo apresentar sintomas sugestivos. O município aguarda resultado do exame.

E o de um paciente do sexo masculino, 58 anos, após apresentar sintomas de COVID – 19 deu entrada no Hospital Regional Emília Câmara. Lá, a equipe do hospital realizou a coleta de swab e o município aguarda resultado. “Os contatos dos casos estão sendo monitorados pelas equipe de vigilância em saúde e atenção básica”, diz o texto.

Também foi confirmado hoje o primeiro óbito por covid-19:  Trata-se de um paciente do sexo masculino, 74 anos, portador de doença crônica degenerativa, positivo para covid-19, apresentou quadro de choque cardiogênico após complicação do quadro de síndrome respiratória aguda grave, e infelizmente veio a óbito.

“Informamos que hoje, ao concluir a investigação de dois casos através da Vigilância Epidemiológica, observarmos a ausência de caso índice (transmissor) identificado. Assim, a covid-19 já pode ser considerada uma doença com transmissão comunitária em nosso município. Em nossa unidade de campanha foram realizados hoje 24 testes rápidos negativos para covid-19”, conclui a nota.