A direção da emissora determinou o afastamento do repórter Gerson de Souza, acusado de assédio sexual por 12 mulheres.

A TV Record decidiu afastar de sua redação de jornalismo o repórter Gerson de Souza, acusado de assédio sexual por 12 mulheres nesta semana. Até agora foram registrados três boletins de ocorrência contra ele. A direção da emissora determinou o afastamento pelo menos até o dia 10 de junho, quando ele entre de férias. Medidas mais radicais só serão tomadas quando as investigações policiais avançarem.

Na última quinta-feira, segundo o site Notícias da TV, duas mulheres foram até a delegacia denunciar o comportamento do jornalista, que é um dos mais experientes da emissora e já trabalhou em diversos canais de televisão. Após a notícia destes depoimentos, outras dez mulheres também decidiram denunciar. As mulheres disseram que eram importunadas sexualmente pelo repórter, que dizia frases grosseiras e sexistas para elas. Uma alegou inclusive que foi forçada a beijá-lo.

Repórter da Record é afastado após denúncias de assédio sexual

O Notícias da TV ouviu uma das mulheres que acusa Gérson de Souza de assédio e ela contou que no último dia 8 estava sentada em sua mesa, quando foi surpreendida.

“Ele chegou por trás e me beijou na boca. Ficou mostrando a língua e saiu dizendo que roubado era mais gostoso. Foi nojento”, afirmou.

Gerson de Souza se pronunciou dizendo que as denúncias são motivadas por revanchismo de uma das profissionais, que teve a qualidade de seu trabalho questionada.

About The Author

Dena Santos

Related Posts