OTribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) realizou uma auditoria e descobriu que metade da água potável não chega nas torneiras dos pernambucanos. Toda essa água é desperdiçada em vazamentos na rede hídrica.

Segundo o conselheiro do TCE Dirceu Rodolfo, o estado de Pernambuco vive a situação mais crítica do Brasil.

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informa que ainda aguarda receber o estudo realizado pelo TCE para que possa fazer uma análise e prestar as informações ao órgão. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, disse que o índice de perda da água tem diversas causas, como furtos e ligações clandestinas.

About The Author

Dena Santos

Related Posts